Como o Coronavírus Mudará o Mercado

Impactos do coronavirus
6 minutos para ler

Como o Coronavírus Mudará o Mercado

Com a pandemia do COVID-19, muitos dos nossos hábitos estão mudando, como de todas as pessoas. Com isso, se preparar para o que acontecerá no mercado é essencial. Reinventar é preciso pra se destacar, e talvez até para sobreviver em um futuro próximo.

Situação atual

Diante a atual realidade, o novo Coronavírus não trouxe impactos apenas para a saúde, mas também para a economia mundial. Mediante a esse cenário, uma das principais preocupações é com o mercado de trabalho e como as empresas e os profissionais irão passar por esse momento tão delicado.

É uma crise mundial, que de início afetou a saúde, mas com o decorrer do tempo afetou o cenário econômico e até mesmo político. E deve se pensar que ainda não se sabe em que proporção o mundo será afetado após essa pandemia.  Não é uma mudança apenas na redução de transações financeiras entre empresas e consumidores, mas também nas mudanças de hábitos e no foco das instituições e indivíduos.

Considerando que a crise causada por esse vírus nunca foi vista na história recente, especialistas avaliadores do mercado de trabalho já projetam os impactos a longo prazo, prevendo que durante e após esse panorama toda a sociedade deverá se adaptar para lidar com os impactos. 

Como lidar com o desemprego e/ou redução salarial

Lidar com a redução do salário ou o desemprego e perda dos rendimentos, com certeza não é algo fácil, na verdade é muito difícil! E pensar que muitos estão passando por isso, em escala mundial, chega a ser muito preocupante. 

Trabalhadores informais e empresários de pequeno porte, são um dos grupos mais afetados com a situação. Assim sendo, eles e nós nos perguntamos: Como agir com relação a isso? 

Pesquisar por novas soluções e áreas que estão contratando, é uma das formas de reagir ao desemprego, ou aumentar os rendimentos com outras fontes. A questão que deve se ter em mente é: Qual a solução eu tenho que pode ajudar outros na crise? 

Reinvente! Para muitos, pensar além da caixa foi e tem sido uma ‘salvação’ e até o caminho para a prosperidade. Ser criativo e inovar, rapidamente, será extremamente necessário nesse momento para se destacar.

Contudo, uma prioridade é a saúde, entenda que essa crise é temporária e ter equilíbrio mental e físico é um fator muito necessário para superar essa fase. Não fique com tempo ocioso. Há muitas coisas a se fazer, como cursos online gratuitos, desenvolver a criatividade, explorar novos talentos e ver como isso pode ajudar na aquisição de uma renda extra e até em uma adaptação na carreira.

É tempo de se prevenir. Não esperávamos que esse vírus traria tantas mudanças. Muitos não estavam preparados, como por exemplo, com um fundo de reserva para a falta de dinheiro ao pagar dívidas, ou até mesmo possuir uma reserva de alimentos em casa. Com isso, é fundamental reorganizar as finanças de acordo com a nova renda, ou seja, saber priorizar o que mais importa, negociar dividas, cancelar serviços e despesas não essências.

Somando-se à reorganização financeira, entra em pauta o consumo. A redução de gastos, compras no mercado também devem ser colocadas na ponta do lápis, e pedidos de delivery devem até mesmo serem reduzidas ou excluídas, caso esteja pesando no orçamento, assim como procurar por ofertas para comprar o que precisa, planejando de acordo com as necessidades da casa. 

Mudanças necessárias

Mudanças serão constantes após o Covid-19. Tanto o governo, quanto empresários e profissionais terão de repensar os modelos antigos de formas de trabalho. Essas mudanças se tornarão mais flexíveis, e, muito provavelmente, ampliarão as opções de contrato.

Com isso, muitas empresas tiveram que de maneira muito rápida, lidar com uma transformação digital, ou seja, tiveram que investir em tecnologia e trabalhar remotamente (home office) para trazer segurança a saúde dos seus funcionários.

Porém, para alguns ainda há a falta de uma estrutura tecnológica ou cultural que possibilite a acessibilidade de alguns ao trabalho remoto, porém aqueles que estão preparados para isso com certeza irão ter mais ferramentas para as mudanças que já estão acontecendo em ritmo acelerado.

Se preparar para o que há de vir

Prepare-se! Não é novidade que empresas priorizam o aprimoramento profissional, e que veemente com a retração econômica a oferta de trabalho no mundo em crise e pós-crise, tornar-se ainda mais seletiva. Ou seja, preparação e qualificação são palavras-chave para a atual e futura realidade. Vejamos como:

  • Aumentar a capacidade de resiliência ao se adaptar aos novos modelos de trabalho e até mesmo funções que se modificarão, se preparando até mesmo para realizar tarefas que não eram suas, mas que muito provavelmente você terá que executar. 
  • Cuidar de sua conduta nas redes sociais. A questão não é não poder compartilhar informações, mas sim ter cuidado com seus posicionamentos se eles forem agressivos ou intolerantes, isso pode atrapalhar, pois as organizações estão observando.
  • Adquirir qualificação contínua. Como já citado acima, nessa época qualificar-se é uma prioridade. E há muitos meios de se aprimorar, como ao realizar cursos online, assistir a vídeos que possuem bom conteúdo, e também ler livros que auxiliarão na aquisição de conhecimento, seja para a carreira ou para o desenvolvimento pessoal. 
  • Capacite-se para seleções criteriosas da melhor forma possível, capacite-se emocional e profissionalmente. Com a adaptação das ofertas e oportunidades de trabalho, as funções que irão permanecer exigirão mais preparo e maior dedicação de cada um.

Há muito o que aprender com tudo isso. Seja em qual posição nos encontremos, estamos sendo afetados. A realidade é essa, e olhar além do que estávamos acostumados será um fator diferencial nesse meio. Preparação, inovação e resiliência podem ser a chave.

Veja mais Coronavírus e Suas Consequências no Cinema

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: